quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

IDEIA de filme: Vermelho como o Céu

O IDEIA de filme trará indicações interessantes de filmes que podem enriquecer o repertório cultural do professor/educador.

" A coragem pode ser uma fábula de olhos fechados"

A dica de hoje é o filme "Vermelho como o Céu" com direção de Cristiano Bortone. Estreado em 2006 este drama narra a trajetória de Mirco, um menino de 10 anos, apaixonado por cinema. Depois de um acidente, o garoto perde a visão e passa a ser excluído da escola pública por não ser considerado normal. Então, Mirco ingressa numa escola para cegos, enfrenta os desafios que esta mudança trouxe na sua vida, descobre uma outra maneira de ver o mundo e com um gravador inventa um jeito novo de contar histórias.


Relato de uma IDEIA PEDAGÓGICA com o filme "Vermelho como o céu"
Uma IDEIA que realizei inspirada neste filme foi, ao trabalhar com os sentidos humanos, vendar os olhos dos alunos e passear com eles por espaços previamente preparados com recursos táteis, sonoros e deixá-los degustar alguns alimentos com os olhos vendados.

Nesta dinâmica, preparamos os seguintes espaços:
1- Sala dos sons: um ambiente escuro em que os alunos sentavam no chão e ouviam diferentes barulhos, melodias e músicas.
2- Sala do tato: uma sala com coisas penduradas, poças de água, areia, terra, pedra no chão, diferentes texturas nas paredes.
3- Sala da degustação: diferentes alimentos (sal, açúcar, bolo, arroz, limão, café etc) para servir aos alunos
4- Ambiente livre: um lugar sem obstáculos para que os alunos pudessem andar livremente com os olhos vendados.

Para realização dessa atividade, vendamos os olhos dos alunos e demos uma volta com eles por todo o espaço em que estávamos (sem entrar nas salas). 

Depois, fomos para o ambiente livre e deixamos que eles andassem livremente. O interessante é que alguns, de tão inseguros, ficaram o tempo todo parados. Nessa situação, é importante que os educadores motivem e deem segurança para todos tentarem e arriscarem.

Então, dividimos os alunos em grupos e cada grupo visitou as salas de olhos vendados, em esquema de rodízio. É importante que os educadores fiquem atentos às reações de cada aluno e sejam cautelosos na condução do grupo.

Depois da experiência fizemos uma roda de conversa sobre quais foram as sensações, sentimentos, IDEIAS despertados nessa dinâmica em que somos estimulados a sentir e ver o mundo com outros olhos. 

E aí, para finalizar, assistimos o filme.

Foi uma atividade rica, divertida e muito interessante.

Fica esta IDEIA!

Um abraço

Pati Ottoni